domingo, 16 de março de 2008

Cine Lançamento

Paranóia

Após agredir o professor de espanhol na sala de aula, o estudante Kale (Shia LaBeouf) é condenado a três meses em prisão domiciliar. Monitorado 24 horas por dia, o jovem não pode ultrapassar um perímetro de 30 metros ao redor de sua casa. Caso faça isto, será preso. Isolado, encontra diversão em jogar videogame, comer porcariadas e espiar os vizinhos com um binóculo, inclusive a atraente Ashley (Sarah Roemer). Até que começa a desconfiar que um dos vizinhos possa ser um perigoso psicopata.
Com apenas 21 anos, Shia LaBeouf é, hoje, um dos astros de Hollywood. Iniciou a carreira em filmes e seriados no final dos anos 90, fez “Eu, Robô” e “Constantine” e a partir daí não parou mais. Antes de seu maior sucesso, “Transformers”, participou deste suspense, vendido como thriller, mas que só vira suspense na metade do filme. Ou seja, uma fita irregular. Começa com romance, depois se torna intrigante e sério. Mas conclui mal, de forma previsível, sem reviravoltas. A velha fórmula do suspeito ser o assassino volta aqui, sem sacadas. E, obviamente, não poderiam faltar os clichês.
O início empolga, com um bom LaBeouf irritado com o monitor em sua perna e espiando os vizinhos. Até ser atraído pela bela vizinha. Adiante, cai no convencional.
Destaque para o bom elenco. O carismático LaBeouf segura o filme, David Morse interpreta um personagem sinistro e Sarah Roemer faz o interesse romântico de LaBeouf (aliás, um casal com química!). Apenas Carrie-Anne Moss (ex-Matrix) fica apagada, como a exigente mãe do personagem central. O diretor D.J. Caruso já esteve melhor em um passado não muito distante – “À Sombra de um Homem”, “Roubando Vidas” e “Tudo por Dinheiro”.
Com roteiro engavetado há quase 10 anos, “Paranóia” não é um filme ruim, apenas um passatempo sobre voyerismo. Para trabalhar a questão, a pergunta “Será que meu vizinho é um assassino?” ronda a cabeça dos personagens e os deixam afoitos pela verdade, o que pode culminar em tragédia. Vale lembrar que “Janela Indiscreta” e “Dublê de Corpo” abordam o mesmo assunto, porém com resultados mais alinhavados. Por Felipe Brida

Título original: Disturbia
País/Ano: EUA, 2007
Elenco: Shia LaBeouf, Sarah Roemer, Carrie-Anne Moss, David Morse, Aaron Yoo, Jose Pablo Cantillo, Matt Craven.
Direção: D.J. Caruso
Gênero: Suspense
Duração: 105 min.

Nenhum comentário: