segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Viva Nostalgia!



Boxe por amor

Alfred Butler (Buster Keaton) é um jovem burguês enviado pelo pai para um acampamento, na tentativa de se autoconhecer e de se virar sozinho. Lá, apaixona-se por uma garota. Para impressionar os pais dela, Alfred se passa por um conhecido lutador de boxe.

Ícone da comédia americana “Slapstick” (aquela conhecida como ‘pastelão’, movimentada, com farsas e exageros, típica nos anos 20 e 30), Buster Keaton dirige e atua em um dos filmes mais conhecidos de sua extensa carreira, que durou quase cinco décadas. Com a cara amarrada, olhos tristes e olheiras assustadoras, Keaton (hoje esquecido do grande público) interpreta um falso boxeador, de corpo frágil, que finge praticar o esporte, que estava se tornando popular no mundo, apenas para impressionar os pais da garota por quem se apaixona. No ringue, apanha sem dó dos adversários fortões. Como sustentar a mentira por causa do amor? Esta questão será o trunfo da comédia muda e em preto-e-branco, com sequências bem boladas de luta de boxe. Muita diversão e risos nesse trabalho do grande comediante Buster Keaton, conhecido como o “homem que nunca sorria” - atuou em 145 filmes (curtas e longas) e dirigiu 46 deles, como a obra-prima “A general” (1926), “Bancando o águia” (1924) e este “Boxe por amor” (1926).
Desconhecido dos brasileiros, o filme sai em cópia mediana por distribuidora duvidosa. Mesmo assim, com qualidade de imagem que não surpreende, acende curiosidade e torna-se um deleite aos fãs do cinema antigo. Por Felipe Brida


Boxe por amor (Battling Butler). EUA, 1926, 74 min. Comédia. Preto-e-branco. Disponível em DVD.

sábado, 25 de janeiro de 2014

Nota de Cinema


Lançamentos em DVD e Blu-ray


Invocação do mal (Terror)

Família do bagulho (Comédia)

Machete mata (Comédia/Ação)

Os suspeitos (Suspense/Policial)

RIPD – Agentes do além (Comédia/Policial)

Elysium (Ficção científica)

Percy Jackson e o mar de monstros (Aventura)

A hora do espanto 2 (Terror)

Os estagiários (Comédia)

Adorável professora (Comédia)

É o fim (Comédia)

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014


Louco por saias

O playboy Danny (Mickey Rooney) enfrenta problemas nos estudos quando entra em uma grande faculdade. O pai, decidido a auxiliá-lo, envia o rapaz para uma escola em uma cidadezinha no meio do Oeste. Lá, Danny conhece Ginger (Judy Garland), uma jovem atraente, que gosta de música e dança. Juntos começam a agitar a pacata sociedade daquele lugar.

Mais uma divertida comédia musical protagonizada por um dos famosos casais do cinema, os agitados Judy Garland e Mickey Rooney, que possuem uma química estonteante – eles não eram namorados, mas parceiros de filmes nos anos 30 e 40, e juntos fizeram mais de 10 trabalhos no cinema, quase todos dirigidos pelo especialista no gênero, Busby Berkeley; aqui, Berkeley é co-diretor (seu nome não aparece nos créditos, como era comum na época quando duas pessoas rodavam o mesmo trabalho), e quem assina a direção é outro gênio da comédia, Norman Taurog (o famoso realizador de fitas cômicas com Jerry Lewis).
Novamente Judy e Rooney cantam e dançam, em números musicais super bem coreografados pelo próprio Berkeley (o cara era fera no assunto!), com um diferencial marcante: a história se passa no velho oeste, com cowboys, cavalos e coldres com armas, saindo do espírito urbano e do mundo de glamour das metrópoles. As piadas são sempre ingênuas, com um quê de nostalgia, o casal encanta com charme e beleza, e, como escrevi na crítica de “Sangue de artista” (1939), Judy e Rooney “são a alma do filme”.
Rodado no início da Era de Ouro do cinema americano (durante a Segunda Guerra), “Louco por saias” é um aperitivo nostálgico aos fãs do cinema. Inédito em DVD no Brasil, sai agora em cópia caprichada pela Colecione Clássicos, junto com outras obras de Berkeley em parceria com Judy Garland e Mickey Rooney, como “O rei da alegria” (1940), “Calouros da Broadway” (1941) e o já mencionado “Sangue de artista” (1939). Por Felipe Brida

Ficha técnica


Louco por saias (Girl crazy). EUA, 1943, 98 min. Comédia musical. Preto-e-branco. Disponível em DVD.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Cine Lançamento


Entre inimigos

Em 1940, durante a Segunda Guerra Mundial, três pilotos alemães procuram refúgio em uma cabana na gélida paisagem da Noruega, após a queda da aeronave onde viajavam. Lá se deparam com dois soldados ingleses, também à procura de abrigo. Entre os dois grupos rivais, nasce uma improvável e bela amizade marcada pelas atrocidades da guerra e pela tentativa de sobrevivência em um ambiente selvagem e cruelmente inóspito.

Baseado em eventos reais, este interessante drama de guerra co-produzido na Suécia e na Noruega não teve a repercussão que merecia, obtendo bilheterias pífias na maioria dos países onde foi exibido nos cinemas. No Brasil, veio direto em vídeo para locação. Uma pena. Mas nunca é tarde para se conhecer um bom exemplar de fita cult europeia, com uma emocionante história sobre amizade em tempos de guerra. “Entre inimigos” acompanha breves dias na vida de dois grupos de jovens (alemães e ingleses) que, perdidos no gelo das montanhas da Noruega, juntam-se para sobreviver em meio àquele lugar esquecido. Para tanto terão de deixar de lado as desavenças em prol da pátria que defendem para lidar com o único objetivo de suas vidas: salvar a própria pele diante do clima irreversível. Há uma transformação de mentalidade e atitude entre os soldados e os pilotos isolados na cabana: eles aos poucos se tornam amigos, pois se identificam como semelhantes e que a disparidade entre eles, a do combate, não mais existe enquanto aquele certo “pacto” prosseguir.
Rupert Grint, o eterno Ron Weasley de “Harry Potter”, é o rosto mais conhecido dessa produção nórdica, e está bem no papel de um dos soldados ingleses enfurnados na cabana (tem também no elenco David Kross, de “O leitor” e “Cavalo de guerra”, e Florian Lukas, de “Adeus, Lênin”).
Outro ponto alto é a fotografia das paisagens congeladas - parte do filme foi rodado em autênticas locações da Suécia e Noruega, países de frio ininterrupto.
Quem dirige é um cineasta norueguês pouco lembrado aqui, Petter Næss , de “Elling” (2001) e “Loucos de amor” (2005). Já em DVD. Não perca. Por Felipe Brida

Entre inimigos (Into the white). Noruega/Suécia, 2012, 99 min. Drama/Guerra. Dirigido por Petter Næss. Distribuição: Paramount

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Especial de cinema


OSCAR 2014

Foram anunciados na manhã de hoje (às 11h30, horário de Brasília) os indicados ao Oscar 2014, cuja festa de premiação será no dia 2 de março, em Los Angeles. A ficção científica “Gravidade” e o policial “Trapaça” lideram a lista com 10 indicações cada, incluindo as principais categoriais, como melhor filme e diretor. Em seguida, o drama “12 anos de escravidão” concorre em nove categorias.

Confira abaixo a lista completa dos indicados ao Oscar 2014:



Melhor Filme

Gravidade
Trapaça
12 Anos de Escravidão
O Lobo de Wall Street
Nebraska
Capitão Phillips
Clube de Compras Dallas
Philomena
Ela

Melhor Diretor

Alfonso Cuarón, por Gravidade
Steve McQueen, por 12 Anos de Escravidão
David O. Russell, por Trapaça
Alexander Payne, por Nebraska
Martin Scorsese, O Lobo de Wall Street

Melhor Ator

Bruce Dern, por Nebraska
Chiwetel Ejiofor, por 12 Anos de Escravidão
Matthew McConaughey, por Clube de Compras Dallas
Christian Bale, por Trapaça
Leonardo DiCaprio, por O Lobo de Wall Street

Melhor Atriz

Cate Blanchett, por Blue Jasmine
Sandra Bullock, por Gravidade
Meryl Streep, por Álbum de Família
Judi Dench, por Philomena
Ammy Adams, por Trapaça

Melhor Ator Coadjuvante

Jared Leto, por Clube de Compras Dallas
Michael Fassbender, por 12 Anos de Escravidão
Barkhad Abdi, por Capitão Phillips
Jonah Hill, por O Lobo de Wall Street
Bradley Cooper, por Trapaça

Melhor Atriz Coadjuvante

Lupita Nyong’o, por 12 Anos de Escravidão
Jennifer Lawrence, por Trapaça
June Squibb, por Nebraska
Julia Roberts, por Álbum de Família
Sally Hawkins, por Blue Jasmine

Melhor Roteiro original

Trapaça
Blue Jasmine
Clube de Compras Dallas
Ela
Nebraska

Melhor Roteiro Adaptado

Capitão Phillips
Antes da Meia-noite
Philomena
12 Anos de Escravidão
O Lobo de Wall Street

Melhor Filme em Animação

Os Croods
Frozen - Uma Aventura Congelante
Meu Malvado Favorito 2
Vidas ao Vento
Ernest & Celestine

Melhor Filme em Língua Estrangeira

A Caça (Dinamarca)
Alabama Monroe (Bélgica)
A Grande Beleza (Itália)
The Missing Picture (Cambodja)
Omar (Palestina)

Melhor Fotografia

O Grande Mestre
Gravidade
Inside Llewyn Davis: Balada de um Homem Comum
Nebraska
Os Suspeitos

Melhor Figurino

O Grande Gatsby
12 Anos de Escravidão
Trapaça
O Grande Mestre
The Invisible Woman

Melhor Direção de Arte

Trapaça
Gravidade
O Grande Gatsby
Ela
12 Anos de Escravidão

Melhor Edição

Gravidade
12 Anos de Escravidão
Capitão Phillips
Trapaça
Clube de Compras Dallas

Melhor Maquiagem

O Cavaleiro Solitário
Clube de Compras Dallas
Vovô Sem Vergonha

Melhor Efeitos visuais

Gravidade
O Hobbit: A Desolação de Smaug
Homem de Ferro 3
O Cavaleiro Solitário
Star Trek: Além da Escuridão

Melhor Edição de Som

All is Lost
Capitão Phillips
Gravidade
O Hobbit: A Desolação de Smaug
O Grande Herói

Mixagem de som
"Capitão Phillips"
"Gravidade"
"O hobbit: A desolação de Smaug"
"Inside Llewyn Davis: Balada de um homem comum"
"O grande herói"

Melhor Trilha Sonora Original

Steven Price, por Gravidade
John Williams, por A Menina que Roubava Livros
William Butler e Owen Pallett, por Ela
Alexandre Desplat, por Philomena
Thomas Newman, por Walt nos Bastidores de Mary Poppins

Melhor Canção Original

Let It Go (Frozen - Uma Aventura Congelante)
Ordinary Love (Mandela: A Long Walk to Freedom)
Alone Yet Not Alone (Alone Yet Not Alone)
Happy (Meu Malvado Favorito 2)
The Moon Song (Ela)

Melhor Documentário

The Act of Killing
Cutie and the Boxer
Dirty Wars
The Square
20 Feet from Stardom

Melhor Documentário em curta-metragem

CaveDigger
Facing Fear
Karama Has No Walls
The Lady in Number 6: Music Saved My Life
Prison Terminal: The Last Days of Private Jack Hall

Melhor Curta de Animação

Feral
Mr. Hublot
Get a Horse!
Possessions
Room on the Broom

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Resenha especial


Vinicius

Documentário biográfico sobre a vida e a obra do compositor, escritor e músico brasileiro Vinicius de Moraes (1913-1980).

Em outubro do ano passado, a Paramount relançou no mercado, em edição especial, o DVD ‘Vinicius’, em comemoração ao centenário de Vinicius de Moraes, o consagrado poetinha e ícone da música brasileira. Um produto cinematográfico único, criativo, indissolúvel. Não consiste em um documentário usual: há os velhos elementos formais da estrutura do gênero, como depoimentos de amigos e familiares, fotos do biografado e trechos de entrevistas dele, entrecortados pela participação de dois atores que revezam declamações de poemas do escritor (os sempre excelentes Camila Morgado e Ricardo Blat). Por isto também o filme ganha um tom ficcional, com ator e atriz na arte da interpretação.
Sou fã inveterado de Vinicius (difícil achar quem não é), e este trabalho é definitivo, que relembra a intensa vida e a obra infinita de Vininha, o amor desenfreado pelas mulheres, suas peripécias amorosas (casou-se nove vezes!), a paixão pelo whisky, o trabalho como diplomata, as viagens ao redor do mundo e as composições apaixonadas. Um homem célebre, culto, que transformou a música brasileira e encantou plateias ao redor do planeta.
Muitos parceiros de composição e amigos participam do documentário. Há depoimentos de Caetano Veloso, Chico Buarque, Maria Betânia, Gilberto Gil, Toquinho, e de escritores como Ferreira Gullar e Antônio Cândido.
Uma obra-prima contemporânea brasileira, obrigatória ao público, que levou os prêmios de melhor documentário e trilha sonora no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (e indicado ainda como melhor diretor, roteiro original e som). Palmas ao cineasta Miguel Faria Jr (lá atrás dirigiu uma única biografia, de Lamartine Babo), que soube como resgatar a biografia de Vinicius de forma ampla e bela.
Em DVD duplo, traz, no disco dois, entrevistas especiais, galeria de fotos, making of e cenas inéditas. Por Felipe Brida

Vinicius (Idem). Brasil/Espanha, 2005, 122 min. Documentário. Dirigido por Miguel Faria Junior. Distribuição: Paramount Pictures

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Especial de cinema

 
Globo de Ouro 2014

O novo filme de David O. Russell, "Trapaça", foi o grande vencedor da noite em número de prêmios, levando três Globos de Ouro, nas categorias melhor filme - Comédia ou Musical, atriz - Comédia ou Musical (Amy Adams) e atriz coadjuvante (Jennifer Lawrence). O prêmio de melhor filme - Drama foi para "12 anos de escravidão" (que recebeu apenas este) e o de diretor, para Alfonso Cuarón, por "Gravidade".
O cineasta e roteirista Woody Allen recebeu o prêmio Cecil B. De Mille, pelo conjunto da obra - como de praxe, não compareceu ao evento.
Confira abaixo todos os premiados, nas grandes categorias Cinema e TV.
 
 
 

CINEMA
 
Melhor filme - drama: "12 Anos de Escravidão"
Melhor atriz - drama: Cate Blanchett, "Blue Jasmine"
Melhor ator - drama: Matthew McConaughey, "Clube de Compras Dallas"
Melhor filme - comédia: "Trapaça"
Melhor atriz - comédia: Amy Adams, "Trapaça"
Melhor ator - comédia: Leonardo DiCaprio, "O Lobo de Wall Street"
Melhor diretor: Alfonso Cuarón, "Gravidade"
Melhor animação: "Frozen - Uma Aventura Congelante"
Melhor filme estrangeiro: "A Grande Beleza" (Itália)
Melhor atriz coadjuvante: Jennifer Lawrence, "Trapaça"
Melhor ator coadjuvante: Jared Leto, "Clube de Compras Dallas"
Melhor roteiro: "Ela"
Melhor trilha sonora: "Até o Fim"
Melhor canção original: "Ordinary Love", "Mandela"
 
TELEVISÃO
 
Melhor série - drama: "Breaking Bad"
Melhor atriz - drama: Robin Wright, "House of Cards"
Melhor ator - drama: Bryan Cranston, "Breaking Bad"
Melhor série - comédia: "Brooklyn 9-9"
Melhor atriz - comédia: Amy Poehler, "Parks and Recreation"
Melhor ator - comédia: Andy Samberg, "Brooklyn 9-9"
Melhor minissérie ou filme de TV: "Behind the Candelabra"
Melhor atriz de minissérie ou filme de TV: Elisabeth Moss, "Top of the Lake"
Melhor ator de minissérie ou filme de TV: Michael Douglas, "Behind the Candelabra"
Melhor atriz coadjuvante: Jacqueline Bisset, "Dancing on the Edge"
Melhor atriz coadjuvante: John Voight,  "Ray Donovan"
 
Por Felipe Brida

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Nota de cinema


E sai a lista dos indicados ao Bafta 2014. Premiação da Academia Britânica de Artes e do Cinema e da TV será no dia 16 de fevereiro (antes do Oscar).
A ficção "Gravidade" (foto) lidera com 11 indicações, enquanto "Trapaça" e "12 anos de escravidão" seguem juntos com 10. Confira a lista completa:



Melhor Filme

12 anos de escravidão
Trapaça
Capitão Anthony Phillip
Gravidade
Philomena

Melhor Diretor

Steve McQueen por 12 anos de escravidão
David O. Russell por Trapaça
Paul Greengrass por Capitão Phillips
Alfonso Cuarón por Gravidade
Martin Scorsese por O lobo de Wall Street

Melhor Ator

Bruce Dern por Nebraska
Chiwetel Ejiofor por 12 anos de escravidão
Christian Bale por Trapaça
Leonardo DiCaprio por O lobo de Wall Street
Tom Hanks por Capitão Phillips

Melhor Atriz

Amy Adams  por Trapaça
Cate Blanchett  por Blue Jasmine
Emma Thompson  por Walt nos Bastidores de Mary Poppins
Judi Dench  por Philomena
Sandra Bullock  por Gravidade

Melhor Ator coadjuvante
Barkhad Abdi por Capitão Phillips
Bradley Cooper por Trapaça
Daniel Brühl por Rush
Matt Damon por Behind the Candelabra
Michael Fassbender por 12 anos de escravidão

Melhor Atriz coadjuvante

Jennifer Lawrence por Trapaça
Julia Roberts por Álbum de família
Lupita Nyong’o por 12 anos de escravidão
Oprah Winfrey por O mordomo da Casa Branca
Sally Hawkins por Blue Jasmine.

Melhor filme britânico de estreia de um roteirista, diretor ou produtor

Good Vibrations
Walt nos Bastidores de Mary Poppins
Kelly + Victor
For Those in Peril
Shell

Melhor filme em lingua não-inglesa

O Ato de Matar (Dinamarca)
Azul é a Cor Mais Quente (França)
A Grande Beleza (Itália)
Metro Manila (Filipinas)
O Sonho de Wadjda (Arábia Saudita)

Melhor longa animado

Meu Malvado Favorito 2
Frozen - Uma Aventura Congelante
Universidade Monstros

Melhor documentário

O Ato de Matar
The Armstrong Lie
Blackfish
Tim's Vermeer
We Steal Secrets: The Story of Wikileaks

Melhor roteiro original

Trapaça
Blue Jasmine
Gravidade
Inside Llewyn Davis - Balada de Um Homem Comum
Nebraska

Melhor roteiro adaptado

12 Anos de Escravidão
Behind the Candelabra
Capitão Phillips
Philomena
O Lobo de Wall Street

Melhor trilha sonora original

Hans Zimmer - 12 Anos de Escravidão
John Williams - A Menina que Roubava Livros
Henry Jackman - Capitão Phillips
Steven Price - Gravidade
Thomas Newman - Walt nos Bastidores de Mary Poppins

Melhor fotografia

12 Anos de Escravidão
Capitão Phillips
Gravidade
Inside Llewyn Davis - Balada de Um Homem Comum
Nebraska

Melhor edição

12 Anos de Escravidão
Capitão Phillips
Gravidade
Rush - No Limite da Emoção
O Lobo de Wall Street

Melhor design de produção

12 Anos de Escravidão
Trapaça
Behind the Candelabra
Gravidade
O Grande Gatsby

Melhor figurino

Trapaça
Behind the Candelabra
O Grande Gatsby
The Invisible Woman
Walt nos Bastidores de Mary Poppins

Melhor som

All is Lost
Capitão Phillips
Gravidade
Inside Llewyn Davis - Balada de Um Homem Comum
Rush - No Limite da Emoção

Melhores efeitos visuais

Gravidade
O Hobbit - A Desolação de Smaug
Homem de Ferro 3
Além da Escuridão - Star Trek

Melhor maquiagem

Trapaça
Behind the Candelabra
O Mordomo da Casa Branca
O Grande Gatsby
O Hobbit - A Desolação de Smaug

Melhor curta animado britânico

Everything I Can See From Here
I Am Tom Moody
Sleeping with the Fishes

Melhor curta britânico

Island Queen
Keeping Up with the Joneses
Orbit Ever After
Room 8
Sea View

Melhor atriz/ator em ascensão

Dane DeHaan
George MacKay
Lupita Nyong'o
Will Poulter
Léa Seydoux

Por Felipe Brida