domingo, 27 de abril de 2014

Cine Lançamento


Uma noite de crime

Em um futuro próximo, devido às prisões superlotadas, a legislação norte-americana permite, uma vez por ano, por 12 horas, que as pessoas cometam qualquer tipo de violência, seja assassinato ou agressão, para extravasar o estresse. Nesse dia, chamado de “Purgatório” (Purge), a polícia não prende ninguém, e isto elimina a chance de novos delitos fora desse momento de crimes. Na noite do ‘Purge’, a residência de um empresário do ramo de segurança monitorada chamado James (Ethan Hawke) é invadida por criminosos insanos e mascarados, que espalham o terror entre a família da vítima.

Fatalmente a sinopse de “Uma noite de crime” desperta ampla curiosidade no público, pelo tom original do roteiro. Pois até certo ponto a história tem enormes atrativos diferenciados do cinema, com clima de tensão, medo, pavor e claustrofobia (os personagens ficam trancados em casa ameaçados pelos assassinos, pelo lado de fora). No percurso, a história não desvenda mistérios, derrapando em clichês pobres do cinema, na tentativa de provocar pânico no telespectador, sem sucesso algum. Os bandidos caçam os moradores daquele ambiente, sem estratégias ou planos melhores, e a família vítima dá o troco com violência exacerbada. Aliás, sangue tem de sobra, e mortes, idem, num espetáculo sensacionalista. Lembra outro filme, baseado em fatos reais, chamado “Os estranhos” (2008) – este sim era de impacto e assustador.
Assista há algum tempo e desaprovei o resultado. Para mim não serviu nem como passatempo, pois fita de violência gratuita não é comigo. Costumo passar longe, e aconselho o mesmo! O diretor, James DeMonaco, roteirista de “Jack” (1996) e “A negociação” (1998), prepara a continuação para o próximo ano. Ai de nós... Por Felipe Brida

Uma noite de crime (The purge). EUA/França, 2013, 85 min. Suspense/Terror. Dirigido por James DeMonaco. Distribuição: Universal

Nenhum comentário: